IBGE discute com Funai ações para recensear indígenas no litoral catarinense

Editoria: Censo 2020 | Da redação

10/03/2020 10h53 | Atualizado em 10/03/2020 10h53

No início de março, a Unidade Estadual do IBGE em Santa Catarina (UE/SC) se reuniu com representantes da Fundação Nacional do Índio (Funai) para discutir ações para a realização do Censo Demográfico 2020 no estado. O encontro aconteceu no município de São José, localizado na região metropolitana de Florianópolis, onde funciona a Coordenação Regional do Litoral Sul da Funai, que atende aldeias localizadas no Alto Vale do Itajaí, além do litoral do Paraná, interior e litoral do Rio Grande do Sul.  

A coordenadora técnica do Censo, Andréa Machado Barbosa, explicou que existem orientações específicas para realização da coleta em terras indígenas, com procedimentos diferenciados de abordagem e comportamento nessas áreas. "Por isso, a presença de lideranças indígenas nas reuniões do Censo é essencial para que a coleta seja realizada com sucesso, disse ela.  

O coordenador regional substituto da Funai, Eliano de Barros Santos Lira, afirmou que as Coordenações Técnicas Locais podem auxiliar o IBGE na divulgação da pesquisa e também na abordagem das comunidades indígenas. Os servidores da Funai serão convidados a participar da segunda rodada das Repacs (Reuniões de Planejamento e Acompanhamento do Censo) nos municípios com terras indígenas. A Coordenação Regional do Litoral Sul é responsável por 68 aldeias, sendo oito Xokleng e 60 Guarani. 

A coordenação técnica do IBGE enfatizou que o apoio das lideranças indígenas e da Funai são fundamentais para garantir que o Censo retrate a realidade das comunidades tradicionais. "Nosso objetivo é estreitar esta parceria institucional, incentivando as comunidades indígenas a colaborarem em todas as etapas da operação censitária", disse Andréa. 

Além de Andréa e Eliano, participaram da reunião a chefe de divisão da Funai Luciana Haucke Porta e o indigenista Juliano Pilotto Abelardino da Silva, o coordenador substituto operacional do Censo, Ilson Gonçalves Santos, e o coordenador estadual das Repacs, Thiago Bitencourt.

Mais notícias deste Estado