Balanço parcial dos preparativos para o Censo em Santa Catarina

Editoria: Censo 2020 | Da redação

27/11/2019 12h14 | Atualizado em 13/12/2019 08h54

  • Governador de Santa Catarina será o primeiro cidadão catarinense a ser recenseado.
  • Governo de Santa Catarina disponibilizou as suas mídias sociais (Facebook, Instagram e Twitter) para divulgação do Censo 2020.
  • Prefeituras, por meio de suas assessorias de Comunicação, se comprometeram a divulgar os Processos Seletivos Simplificados do IBGE em suas páginas da internet e mídias sociais.
  • Secretaria Estadual de Educação assumiu o compromisso de prestar auxílio com a divulgação nas escolas e na obtenção de espaços para os postos de coleta.
  • Secretarias Municipais de Educação vão disponibilizar salas de aula para o treinamento dos recenseadores e divulgar o Censo em todas as escolas dos municípios.
  • Secretarias Municipais de Saúde ofereceram ajuda das agentes comunitárias na divulgação do Censo 2020, distribuindo material informativo e auxiliar na identificação de domicílios.
  • Secretarias Municipais de Agricultura e Epagri (Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina) darão apoio aos recenseadores nas comunidades locais, nos deslocamentos e na localização dos domicílios.
  • Epagri e Sindicatos Rurais farão empréstimo de mobiliário para a montagem dos postos de coleta.
  • Rádios e jornais do interior do estado se comprometeram com a difusão do Censo 2020 para as comunidades locais.
  • Associações Comerciais, Industriais e Agropecuárias vão auxiliar na divulgação do Censo Demográfico aos seus associados através de e-mail, SMS e WhatsApp.
  • A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e a Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc) vão providenciar salas para a instalação dos postos de coleta e também para a realização de reuniões/treinamentos.
  • Ministério da Agricultura (Mapa) cederá salas para a montagem de postos de coleta.
  • Segurança Pública dará apoio na divulgação do Censo, com a participação do IBGE na “Rede de Vizinhos da Polícia Militar de Santa Catarina”.
  • Diversos posto de coleta já têm local definido nas cidades catarinenses, resultado da parceria entre o IBGE e as prefeituras.
Mais notícias deste Estado