Prefeitura do Recife e Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Endemias vão apoiar Censo

Editoria: Censo 2020 | Da redação

28/11/2019 16h18 | Atualizado em 02/12/2019 16h06

A capital pernambucana recebeu sua primeira Reunião de Planejamento e Acompanhamento do Censo Demográfico 2020 (REPAC), com a participação de vários órgãos da Prefeitura do Recife e de entidades, como o Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate as Endemias (Sindacs). O encontro, realizado no dia 21 de novembro, teve um saldo positivo ao sensibilizar o Poder Executivo a unir esforços com o IBGE para garantir o sucesso da operação censitária. 

O evento contou com a presença do chefe da Unidade Estadual do IBGE em Pernambuco (UE/PE), Gliner Dias Alencar, do coordenador técnico do Censo 2020 no estado, João Santos, do coordenador estadual das REPACs, Enildo Meira, de Márcia Carneiro, integrante da Supervisão de Disseminação de Informações (SDI), e dos três coordenadores de área do Recife: Luzinelma Velozo Gonçalves, Igor Reyes e Mônica Freitas. 

Ao longo do encontro, os representantes da UE/PE explicaram a importância do Censo 2020 e ressaltaram a necessidade de uma colaboração estreita entre o IBGE e a Prefeitura do Recife para uma ação com tal nível de complexidade. “O Censo Demográfico não é do IBGE, mas um produto de todo cidadão brasileiro, que fornecerá informações necessárias para o planejamento público e privado da próxima década”, lembrou o chefe da UE/PE.

Entre os temas abordados, estavam a cessão de prédios públicos para serem utilizados como postos de coleta e o apoio à divulgação do Censo 2020, a fim de transformar a prefeitura e seus servidores em agentes multiplicadores de informações sobre o assunto. O processo seletivo para o recenseamento, com contratações a partir do primeiro semestre do próximo ano, foi outro tópico apresentado na reunião.

A boa receptividade da Prefeitura do Recife durante a REPAC deve facilitar o trabalho do recenseamento na capital pernambucana, de acordo com o coordenador técnico do Censo 2020. “O encontro foi muito proveitoso, pois foram efetivadas parcerias para a operacionalização do censo, tanto quanto à cessão de imóveis para os postos de coleta, bem como a disponibilidade de líderes comunitários para facilitar a conscientização da importância das pessoas para receber o recenseador”, avalia João Santos. 

Além de discutir o Censo 2020, a reunião também serviu para que os servidores municipais presentes fossem apresentados à missão do IBGE, às outras pesquisas que o instituto desenvolve e aos projetos de divulgação e capacitação de várias ferramentas do órgão.