Custos na construção civil têm alta de 0,19% em outubro

Editoria: Estatísticas Econômicas | Da redação

07/11/2019 09h00 | Atualizado em 07/11/2019 08h53

#PraCegoVer foto de operários entre vigas em uma construção
Custos com mão de obra tiveram a terceira menor taxa do ano, de 0,11% - Foto: Helena Pontes/Agência IBGE Notícias

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), divulgado hoje pelo IBGE, cresceu 0,19% em outubro, após ficar em 0,37% em setembro. A parcela da mão de obra apresentou a terceira menor taxa do ano, com 0,11%. Já o custo dos materiais aumentou 0,25%, mantendo-se estável em relação ao mês anterior (0,27%), porém menor em relação aos 0,69% de outubro de 2018.

Os valores por metro quadrado, que em setembro fecharam em R$ 1.152,87, passaram para R$ 1.155,01, sendo R$ 605,40 relativos aos materiais e R$ 549,61 à mão de obra.

“Em outubro tivemos uma estabilidade na parcela dos materiais e captamos altas decorrentes dos ajustes salariais nos trabalhadores da construção civil nos estados de Roraima e Pará, que tem peso menor no cálculo nacional”, explica o gerente da pesquisa, Augusto Oliveira.

Influenciada por esses ajustes salariais decorrentes de acordos coletivos, a região Norte apresentou a maior variação em outubro, 0,97%. As outras regiões registraram os seguintes resultados: -0,01% (Nordeste), 0,09% (Sudeste), 0,25% (Sul), e 0,37% (Centro-Oeste).